No mundo de hoje, é difícil – se não impossível – escapar do estresse. Nós enfrentamos todos os tipos de estresse psicológico diariamente. Infelizmente, muito estresse é muito, muito ruim para o seu cérebro e corpo. Portanto, é importante encontrar técnicas para lidar efetivamente com o estresse.

Aqui estão 5 estratégias de gerenciamento de estresse que irão ajudá-lo a manter a calma e apoiar a saúde do seu cérebro.

Estratégia de Gestão do Estresse #1: Reunir Informações e Evitar Suposições

Identificar áreas da sua vida onde você tenha sentimentos de incerteza e dúvida e tomar medidas para eliminá-los é um dos primeiros passos para lidar efetivamente com o estresse. O medo do desconhecido pode aumentar o seu estresse e ansiedade, enquanto o conhecimento lhe proporciona escolha e controle. Reunir mais informações – fazendo perguntas e encontrando respostas – e evitar suposições o ajudará a administrar as situações confusas e estressantes que a vida lhe apresenta.

Aplicar esta dica de gerenciamento de estresse é absolutamente crítico quando se trata de seus relacionamentos pessoais. Se você está confuso com o comportamento de um ente querido ou acredita que ele está chateado com você, escolha um momento de calma e peça gentilmente um esclarecimento. Caso contrário, suposições podem dominar e pequenos problemas podem se transformar em grandes situações de mal-estar que arruínam os relacionamentos.

Estratégia de Gestão do Estresse #2: Assumir Responsabilidade Pessoal e Ganhar um Sentido de Liberdade

Como seres humanos, todos nós cometemos erros. Entretanto, ao invés de culpar outra pessoa e se sentir como vítima, assuma a responsabilidade pessoal pelo que acontece na sua vida e busque formas criativas de resolver seus problemas. Isso lhe dará instantaneamente mais controle e o ajudará a eliminar o estresse. Esta abordagem para lidar com o estresse pode ser desconfortável no início, mas assumir responsabilidade pessoal o ajudará a ganhar uma maior sensação de liberdade no longo prazo.

Estratégia de Gestão do Estresse #3: Mantenha seus Centros de Prazeres Saudáveis

No fundo do seu cérebro residem os seus centros de prazer. Estes centros têm um papel importante no gerenciamento do estresse. Mais especificamente, eles respondem a vários neurotransmissores, particularmente à dopamina. Quando seu nível de dopamina está baixo, sentimentos de depressão e falta de motivação são muito mais prováveis de ocorrer. Em outras palavras, pode ser mais difícil encontrar seu senso de alegria e sair desse estado de desmotivação.

Felizmente, você pode aumentar naturalmente a produção de dopamina – e subsequentemente gerenciar o estresse – engajando-se em atividades agradáveis e significativas com regularidade. Por exemplo, faça o trabalho que você ama, faça muito exercício e reserve um tempo para se divertir com seus entes queridos!

É igualmente importante evitar o desgaste dos seus centros de prazer através do abuso de substâncias ou de muitos comportamentos repetitivos, tais como jogos de azar, videogames, e alimentação compulsiva ou compras.

Estratégia de Gestão do Estresse #4: Lidar com Traumas Passados

Uma parte essencial para lidar com o estresse é limpar o armário na sua cabeça de traumas passados ou atuais para que eles não afetem nem controlem mais o seu futuro. Se as memórias traumáticas estão lhe causando stress recorrente, a terapia cognitiva comportamental (TCC) combinada com uma técnica de tratamento psicoterapêutico chamada dessensibilização e reprocessamento do movimento ocular (EMDR) pode ser útil.

O foco da EMDR é resolver ou eliminar o sofrimento emocional, deslocando a forma como uma memória é desencadeada no cérebro. A EMDR pode ser particularmente útil para pessoas que têm um histórico de abuso ou para aquelas com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Eu também descobri que a EMDR é útil para lidar com falhas passadas (percebidas), que podem gerar ansiedade e prevenir o pico de desempenho. Observe que a terapia EMDR só deve ser feita por um terapeuta credenciado na mesma.

Estratégia de Gestão do Estresse #5: Construa uma Comunidade

Se você já se sentiu eufórico depois de se reunir e criar laços com um grupo de amigos, você já experimentou o poder impulsionador do cérebro da conexão social! Passar tempo em uma comunidade positiva de pessoas que pensam da mesma maneira é uma forma maravilhosa de aumentar seus hormônios de felicidade, como a ocitocina. O aumento dos níveis desses hormônios é um dos melhores métodos para lidar com o estresse – para não mencionar, apoiando sua saúde em geral.

Numerosos estudos têm indicado que aqueles que se sentem próximos, conectados, amados e apoiados têm uma menor incidência de depressão, ansiedade, doenças cardíacas, infecções e câncer. Por outro lado, hábitos pouco saudáveis também podem ser contagiosos, portanto, conscientize o tipo de companhia que você mantém e concentre seu tempo e energia em pessoas que são positivas e se engajam em hábitos saudáveis.

Ao incorporar essas dicas de gerenciamento de estresse em seu dia-a-dia, você não só lidará efetivamente com o estresse, mas também apoiará a saúde do seu cérebro e de todo o seu corpo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Related Stories

It seems we can't find what you're looking for.
Scroll to Top